Home Artigos Anteriores Fale Conosco About Us Wallpapers Pesquise no site U3B

Utah Jazz Feital Home Page - Onde os Fanzz do Utah Jazz se encontram

Boletim Utah Jazz 174, 13 de Fevereiro de 2011.

O fim de uma carreira excepcional.

Olá Jazz Fanzz.

Tem coisas que você acredita que nunca vão existir. Uma delas é assistir a um jogo do Utah Jazz sem que o técnico seja o notável Jerry Sloan. E isto infelizmente vai acontecer a partir desta semana. Após 26 anos trabalhando para o Jazz, Sloan e seu assistente Phil Johnson decidiram que era hora de parar. Encerra-se assim um ciclo maravilhoso que por mais de 20 anos deu estabilidade, confiança, competência, dinamismo, respeito e qualidade para a franquia do Utah Jazz.

No fundo sabemos que isso teria que acontecer um dia, apesar de acreditarmos ser impossível.

 

Jerry Sloan, após 26 anos trabalhando para o Utah Jazz (23 como técnico, pediu demissão nesta semana.

 

Muito se falou no real motivo de Sloan ter pedido demissão. Dezenas de artigos e teorias rondam a Internet a este respeito. Nunca saberemos ao certo. Alguns confrontos com o astro do time Deron Williams tem sido apontados com a principal razão. Não acredito nisto. Na verdade, isto pode ter acontecido e ter levado Sloan a se demitir. Mas não pelo fato da discussão em si, e sim, como é de seu perfil humilde, ele pode ter achado que Williams seria melhor para o Utah Jazz do que ele próprio. Ou seja, ele pode ter chegado a conclusão que não era mais útil para o time. É provável que isto tenha ocorrido. Os grandes sempre sabem a hora de parar, de sair de cena. E Sloan decidiu que havia chegado a sua hora.

Fico feliz por ele. A NBA hoje em dia é um nicho de "estrelinhas" que acham que podem tudo. São jogadores com egos maiores que suas habilidades atléticas, que acham que são o centro do mundo. Sloan é grande demais e no bom sentido, já está 'velho' para aturar esses moleques de hoje em dia. Acho que a NBA cresceu de forma desordenada, e Sloan é muito sério para fazer parte deste show de estrelas.

Sai de cena desta forma uma das pessoas que eu mais admiro nos esportes. A história dele é cheia de dificuldades superadas, de obstáculos deixados para trás. Cheia de conquistas onde ele jamais solicitou o mérito por elas, e cheia de derrotas também, onde ele sempre fez questão de assumir a culpa. Ou seja, na cabeça de Sloan o mérito nunca era dele, mas a culpa sempre era, em sua modesta opinião. Uma pessoa honesta, que sempre acreditou no trabalho árduo. Um vencedor, sem sombra de dúvidas.

Se o motivo da saída de Sloan foi realmente Deron Williams, sua carreira está encerrada no Utah Jazz. ele tem contrato até o ano que vem mas dificilmente permaneceria no time sob estas condições. Se a culpa não foi sua, ele vai ter que fazer muito para afastar esta sombra que poderá perseguí-lo de agora em diante.

Mas quem mais perde com sua saída é o esporte, e principalmente o Utah Jazz. Termina-se assim um ciclo de mais de duas décadas. É bem provável que o time agora se torne um time comum, onde uma sequência de derrotas crie uma situação insustentável para a comissão técnica.

Os números da carreira de Sloan são absurdos, que merecem um artigo só para eles. Mas sem dúvida o mais impressionante é dirigir o mesmo time por 23 anos seguidos.

Apesar de ter sentido uma tristeza muito grande com a notícia, hoje posso dizer que estou feliz por ele. Ele precisa descansar desta vida tão corrida que ele levava como técnico do Utah Jazz. Não é fácil fazer o que ele fez por tantos anos consecutivos.

Para quem nunca foi eleito o técnico do ano da NBA (e nunca se importou com isso), a vergonha fica para a NBA, que perdeu sua última chance de dar o premio que Sloan tanto mereceu.

Ainda bem que pelo menos, ele foi escolhido para o Hall da Fama, que convenhamos é muito mais importante do que o premio de melhor técnido da temporada.

De qualquer forma, MUITO OBRIGADO Jerry Sloan, por ter garantido nestes mais de 20 anos que o time do Utah Jazz jogasse sempre com garra e sempre acreditasse na vitória, independente das circunstâncias do jogo.

O torcedor quer títulos, é claro, mas torcer para jogadores ou comissão técnica que não se importa, é a pior coisa que pode acontecer. E disto ninguém poderá falar de Sloan e Johnson, eles foram sempre profissionais com o time do Utah Jazz.

Um grande abraço Fanzz do Utah Jazz. Go Jazz Go!


 

Você gostaria de receber notificações das atualizações desta página? (leia mais).

 

Nome      

e-mail    

 

Para adquirir seu e-mail @utahjazz.com.br, clique aqui.

Quero comentar este artigo.

fotos: www.deseretnews.com www.nba.com www.espn.com

Visite também:

Site Oficial do Utah Jazz Rebote RealGM Discussion Boards

Essa página não tem caráter comercial, tendo sido construída para divulgar as últimas notícias sobre o time de basquete da NBA, o Utah Jazz.
Para entrar em contato, mande um e-mail para
Webmaster